terça-feira, 19 de agosto de 2014

ILUSÕES

A percepção de um olhar nunca é senão um
divagar, daquilo que  precisas  de ti.
Da mesma forma que um tinto só tem o travo do melhor néctar quando na lingua, saliêntes e concisas moram umas papilas gustativas
E assim...
Por mais que olhes para alguém nada será como é.
A nao ser que te conheças de facto!
Olha e percepciona, não te precepites no exame pois todo o timingue é um imediato capaz de converter ilusões

Sem comentários:

Publicar um comentário