domingo, 30 de novembro de 2008

Divagações


Um dia perguntei ao sono se estava acordado?
Tu vives a dormir, foi a sua resposta...

Um dia perguntei ao saber qual a(s) disciplina(s) que haveria de estudar?
Sabiamente respondeu-me:
Ela não se ensina, depreende-se em cada pedra pontapeada, tu mudas o rumo das coisas, não deixes que sejam pedras a mudar o rumo do teu saber

Um dia perguntei as estrelas qual o caminho?
Elas responderam assim:
É na ilusão entre o medo e a informação que reside a verdade, nós apenas iluminamos o que queres ver, o que o medo do escuro, faz com que não alcances

Um dia perguntei ao sábio, o que é a felicidade?
Pergunta a uma criança, ou melhor concentra a tua atenção nelas e tenta viver feito, petiz… disse ele.

Um dia perguntei a mim quem eu era?
E os dedos crepitaram feito reumatismo do saber
…só sei quem foste, disse-me uma voz vinda cá de dentro
…sei que foste corajoso, amigo, honesto
…o que és ou o que irás ser é tudo o que guardas,
por não ter capacidade de expor o “todo” cá para fora

A escrita é um recado.
Mesmo que não escreva sobre tal ...
Há nas palavras memórias que nos fazem remar, lembrar e porque não elucidar.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Preferi ser assim


Já não é só de primavera que se trata.
O meu cabelo já não é o mesmo...
As expressões vieram para ficar.
Escolhi ter este semblante!
Podia ter sido o “Palhaço Alegre” e cozinhar na minha face as marcas que não fossem realmente as minhas.
Deixei-me apanhar por o tempo.
Preferi assim….
Não quis ser um subproduto de um produto qualquer
Uma formula que vem nos livros
Um creme milagreiro
Cirurgia plástica a “emplasticinar-me” as feições
Preferi ser assim…
Ser eu!!!
Deixar-me de penar
Deixar de penar
Deixar, deixar…
Preferi ser assim!

domingo, 9 de novembro de 2008

escrevo para me situar


Já ninguém sabe a letra de uma canção.
Vivemos de boca aberta.
...a “comer” toda a chuva caída do céu.

Já ninguém sabe cantar
Escondemos-nos na nossa solidão
e representamos em frente ao espelho.

Já nem sabemos ao certo o que nos dá prazer.
Estamos a perder os nosso valores em troca de
um consumismo exacerbado.

Os jovens de hoje em dia acham que “enxoval”
seja umas das muitas palavras que o “americanismo “
nos traz de Hollywood.

O conceito família está ultrapassado
…as lágrimas vêem-me ao olhos sempre que recordo
os jantares de família
os almoços de fim de semana,
do belo do bacalhau com grão, o cozido a portuguesa, a feijoada...

O cheiro e o paladar perdem-se no tempo,
mas os meus valores não!

Já ninguém se casa por amor,
Hoje casa-se com a desconfiança.
Os divórcios aumentarão mais que a inflação.
Hoje para se ser normal tem que se ter um padrasto

Já ninguém escreve cartas de amor.
Hoje enviam-se textos minúsculos com palavras abreviadas
ao máximo para traduzir o nosso gostar.

Já ninguém chora por chorar.
Chora-se com o intuito de…
por querer algo.
Vivemos agarrados a mesquinhez e á desconfiança.

Escrevo para me situar…

EU NÃO QUERO SER ASSIM!!!

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

penso logo existo...acreditar é viver!

Quem é o mais experiente?
O velho rico?
O velho pobre?
????????????
Ter sucesso é sinónimo de riqueza?
Ter dificuldades é sinónimo de pobreza?
Quem foi mais feliz?
Quem amou mais?
Quem teve mais amigos?
Quem foi um exemplo?

Quem procura nas respostas desconfiança, encontra sempre perguntas.
….
Ser criança é não se importar com a realidade
É sonhar e acreditar
É ñ se esquecer do sonho da semana passada.
Ser criança é questionar e encontrar resposta, sem questionar de novo
É não ficar parado no tempo.
Um dia vou conseguir!
É o que todas acham…
….
As pessoas sabem que o sonho comanda a vida, mas
deixam de sonhar.
Muitos até já nem sonham quando dormem
E todos aprenderam a “vegetar” sem sonhar.
Ser adulto é assim!
….
Ser velho não é uma fase
É parar de aprender!
É o resultado de deixar para trás tudo, é ser adulto sem fases passadas!
….
Há ainda os que nunca chegam a velhos
Mas para isso é preciso muita experiência
….
Experiente é todo aquele que não se deixou envolver por o "estado zombie”, pelas regras, por preconceitos, por leis e informação manipulada, em suma,
Experiente é aquele que "transporta no bolso" toda a sua inocência de petiz

sábado, 1 de novembro de 2008

"AMADORES"


Já deitei o amor fora na “escrita”
Esta palavra é mágica
Deve ser sussurrada
Deve ser cuidada
Deve ser sentida
Deve ser usado no momento certo

Deve ser o “orgasmo” de duas almas
que nutrem da mesma ilusão
Como um casulo que dá “flor”
á borboleta mais bonita
O ouvido deve estar preparado
para suportar tal vibração
Não deve ser alimentado em vão com este suar

Quero lembrar-me de quem amei
Ser recordado por quem ousou amar-me
Não quero ser lembrado
por ser mais um dos “amadores" diários

terça-feira, 28 de outubro de 2008

chave


Já fui a luta com a distância
Já fui a luta com o tempo
Já me senti imortal,
nas histórias do amor

Atribuíram-me inimigos invisíveis, que
tal como doença não matam de um só golpe...
torturam e corroem até te vergares de joelhos
e lhe entregues o ultimo suspiro de uma vida feita de ilusão.

Sempre acreditei em algo magico,
sem pudores nem vergonhas.
Onde exista ...
1-...liança, quando as energias se cruzam no toque das nossas mãos,
quando a
2-...atéria é a envolvência, que nos faz recordar as noites passadas,
quando exista, os mesmos
3-...bjectivos de vida,
e, quando a
4-...aiz é a ancora e a certeza
de que, é aqui que eu vou ficar!

O meu gostar é assim, não é feito de reticencias nem de inimigos invisíveis,
mas sim desta chave!
1-A
2-M
3-O
4-R

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

je ne sais pas


Ponderação é a lamina que poda a vida…
Ter sabedoria cá dentro, é aproveitar
“cada minuto sem sorrir, são 60 segundos de alegria perdida”

Em cada novo olhar há uma curiosidade desfocada da realidade
A ilusão da desconfiança, trilha caminhos baseados em nadas
O amanha será diferente do sorriso que manifestas-te da tua primeira vez…
Ponderação é lamina que poda a vida…

As particularidades e as desconfianças são areias movediças
Sentir que sim e agir como"je ne sais pas"
Á espera de explicações…
Á espera da lógica.
É embriagar-se na terra dos Porquês
Ponderação é lamina que poda a vida…

A flor quando dá fruto, oferece a cara ao vento
Fortalece-se na ilusão do sonho

quarta-feira, 16 de julho de 2008

...de dentro pra fora!


O amor não se troca!
No vai e vem das paixões, acabas por entender que, o que procuras está dentro de ti!
Ele permanece silencioso á espera que o estimule.
Tem vezes que a entrega é demasiada, a esse estímulo, acabando por ridicularizar a palavra amor.
Pões não entendes que não é nos outros que encontras a tua felicidade, mas sim em ti!
A ordem da vida é sempre de dentro para fora, e não o inverso.
…até no simples facto de te olhares ao espelho, se o teu ego se preenche com o reflexo d mesmo e não consegues ver o brilho que te foge do olhar…..
Quem ama de fora para dentro atribui uma penalização enorme á sua pessoa, levando-a ao stress, e as depressões.
Amar é sorrir,
é expressar um contentamento nas nossas acções, é gostares de ti,
é sentirmos estimulados
é de dentro para fora sentirmos preenchidos por uma feliz conexão.
Quem ama e não cuida do seu amor, certamente vive na ilusão!

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Pacote de açucar


Acreditamos na matéria
... se nos adoça
Valorizamos as opções
com base no prazer
As dificuldades são imensas
Quando digirimos o "alimento"
só com um olhar
Quando a matéria nos escapa
num lacrimejar
Quando a substância
já não faz parte do nosso tempo


Não percebemos à luz do razão
Que não há desilusão
quando o equilíbrio
É feito de imaginação
E muita cabeçada na vida

Quando um café
padece de açúcar
e o papel do seu compartimento não dá a matéria desejada
…não se volta a usar do mesmo pacote!
O último adoçante, já não adoça
Quem sabe o próximo invólucro, não trará uma mensagem bem mais doce

A desilusão é a ilusão dos iludidos

terça-feira, 27 de maio de 2008

INSÓNIA


Escrevo para me libertar
Escrevo para mais tarde recordar

Hoje a insónia bateu-me á porta
Fui abrir
e deixei-a penetrar
Servi-lhe um chá
para acompanhar
E pus-me a tagarelar com ela
Fazendo confidências
Dizendo-lhe o que se deve calar


"Porque me queres acordado?"
Ao que ela me respondeu:
"Venho limpar o crude
e ser a "juíza" do teu pensamento!
-Nem sempre és justo no jogo do teu sentimento
-Nem sempre lhe dás razão
-Nem sempre ouves o bater do teu coração
-Nem sempre sentes o alimento que o teu corpo grita
-Nem sempre dás atenção ao teu respirar
ou a um simples movimento...
Quando a orgânica e o "objecto do jogo" és tu"

E assim falei eu com ela de todas as minhas incertezas


"Sabes insónia:
Hoje roubaste-me o sono
Deste-me companhia
Hoje roubaste-me o descanso
Deste-me amizade
Hoje roubaste-me os medos
Deste-me paz

Gosto de ti !
Ajudas-me a ver o mundo lá fora
de forma eloquente
És realista na maneira de me dizer
És verdadeira na maneira de pensar"


Sorveu o ultimo gole e disse-me:
"As gavetas estão abertas
só tu as podes fechar
Arruma-as com cuidado
Será que te vais enganar ?
Não estou aqui para te amparar !
Nem tão pouco para mendigar !
Estou aqui sim para te dizer
Que só tu tens as chaves e o poder
Só tu tens o dom de as esquecer
Só tu tens o engenho de as podes arrumar"

Escrevo para me fazer compreender
Escrevo para me organizar
Escrevo para entender o muito dos meus desenganos

Hoje mais uma vez estava errado
Obrigado insónia

quarta-feira, 30 de abril de 2008

CATARINA


As palavras só por si, não conseguem traduzir fielmente os sentimentos que oculto, por não haver forma de o traduzir

A palavra amor, não atinge o rigor que o meu gostar gosta
O meu amor não é só escrito por quatro letras
Amo-te sem saber se é amor que sinto por ti.

O tempo não modifica, em nada, tudo aquilo que eu sinto
Os anos modificam a estrutura, arrecadam muita fragilidade da minha pureza
Ainda assim, és mais forte que o tempo...
És parte da minha essência

És um órgão que brotou um dia no meu corpo
Obrigado por me fortaleceres
Agora cuido-me, zelando um pouco mais por mim,
pra cuidar de nós

És o meu ponto de referência
Quero cuidar de ti, eternamente
Quero ser o teu kamikaze a desbravar caminhos,
para não seres surpreendida algures por aí

O teu sorriso será a minha vitória
A tua lágrima, o meu fracasso
O sucesso esse, será teu.
Só teu !

De ti apenas quero uma coisa em troca
NADA!

sábado, 5 de abril de 2008

viajar em 1ª classe


Uma viagem é um encontro com o imprevisível.

A viagem é a vida, o imprevisível é o amor.

A vida é o tempo, o amor és tu!
Soma o tempo e tu, e encontras a felicidade.

Depois desta simbiose....respira fundo!
hhhhuuuuuuuuummmmmmmmmmm
ou
embarca noutras viagens.

Queres viajar em 1ª classe?
Usa-me, e não te deixes ser usado por mim!!!!!!!


Assinado:
TEMPO