quinta-feira, 13 de novembro de 2014

INTERMITÊNCIAS PRAZEROSAS

A intermitência de um momento é tão exacta quanto os picos na pele de um arrepio...
Há sempre quem os descreva
Há aqueles que o tentam, mas, sem nunca alcançar
E há ainda os outros que passam pelas emoções sem constrangimento sem nunca estagnar  
A felicidade é tão vibrante quando um instante nos devassa
E por ter a sua graça ela é escorrogadia e fugaz
Nunca  se entregando a um satisfaz quando um excelente é o exigente insatisfeito prazer

Sem comentários:

Publicar um comentário