segunda-feira, 14 de outubro de 2013

PAZ DE ESPÍRITO

Melhor do que fazer...
É dar certo
Melhor do que tentar...
É mergulhar de caras
Melhor do que saber...
É não se deixar mecanizar
E melhor do que idealizar...
É por terra nas unhas

A paz de espírito
acena-nos de um lado e do outro
Nos extremos da nossa relatividade
Incitando-nos a queimar matéria e energia
Para que um dia possamos ser mais
do que uma mera formula... inerte

Todo o resultado para se discernir
tem que saber saltar a barreira
dos dois tracinhos que compõem a igualdade

Sem comentários:

Publicar um comentário