quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

SIMBIOSE DA ARTE

Nenhuma obra nasce artística
A parte intrínseca de qualquer distinção prende-se mais com o suor do que com um ADN de genialidade.
A verdade é sempre tão dubia, que só quem assim o crê consegue dar aos seus gestos possibilidades de rigor na consumação da arte.

O artista não nasce
O artista talha-se e faz-se...
Através das sua próprias impurezas, motivos impares de distinção

A arte não obedece a uma casta ou uma estirpe artística
A arte é a parte indomável e intimista, com que o artista se  define em seus gestos selvagens.

Sem comentários:

Publicar um comentário