quinta-feira, 20 de julho de 2017

"VOU" DE BORBOLETA

Bem sei que as borboletas são frágeis e que têm uma
vida bem curtinha.
Sei também que têm um espírito selvagem, que são gulosas e que têm uma curiosidade solta, do tamanho da minha.
Sei que voam por aqui e acolá por entre os aromas e fragrâncias que deus lhes dá, à procura do néctar das flores, enfeitiçando-se e enamorando-se por aquela, que singela, tem a particularidade de lhe conferir a esperança.
Contudo, quando se apaixonam pela planta não há quem lhes tire da garganta o sabor do mel, que um dia a fez acreditar...

Agora sim tenho - te no meu paladar.
Agora tenho a certeza que vou voar para sempre dentro de ti.
Vou ser para sempre a mais persistente, aquela que de entre tantas quis ficar a pousar aqui e ali, nas flores desse teu jardim.
Nunca te vais esquecer de mim, agora só tens que me levar para todo o lado, pois eu já moro dentro de ti.
Só tens que fazer uma coisa para tudo isto funcionar e eu continuar a borboletear nesta magia de ser tão feliz.
Tens que todos os dias caprixar e nunca te esqueceres de cuidar, tens de dar sempre muita atenção e porque não até falar com elas, tens que as regar, regar e voltar regar prometendo - me uma coisa...
Trata sempre e muito bem das flores do teu jardim.

Assinado
Borboleta

Sem comentários:

Publicar um comentário