quinta-feira, 4 de abril de 2019

DESENCANTO



Hoje em dia, publicar fotos e mensagens na internet é como escrever num papel um pensamento, uma ideia, uma declaração de amor ou um desejo que seja, e depois, bem depois com muito jeitinho enrolar o papel afunilando--o de modo a caber pelo gargalo de uma garrafa de vidro (...de preferência verde escuro) E em jeito de promessa, selar com uma rolha este segredo. Ganhando depois metros e coragem para o derradeiro arremesso, que se espera triunfante.
Atirando deste modo a garrafa, com toda a força e pujança, de encontra à linha do horizonte, até beijar... A terra.
Tudo caí por terra!
Falta tanta coragem e decisão a este século, tanto comprometimento e romântismo, falta tanta tanta vergonha...
Estamos todos tão dispersos e ao mesmo tempo tão centrados e cegos, só no eu que, creio que o mar( via de comunicação) que outro'ra nos fazia tanto sonhar, é hoje um espaço adoentado e mal explorado pelo homem que se eclipsou num hábito, numa inércia incapacitante, impaciente de rápidos retornos, complossivo em se auto-deteriorar.

Hoje em dia, arrancamos desejos de costas viradas para o mar. E na história este mesmo mar, já nos deu tanto!

Sem comentários:

Publicar um comentário